terça-feira, setembro 02, 2008

Uma Estória (12)

A lenda do Amor

Catarina, uma jovem bonita, inteligente, acostumada aos bons luxos da vida, estava habituada a ter muitos rapazes de volta dela. Ela era a mais popular!Um dia, tudo mudou, ela nunca chegou a perceber porquê, mas deixou de gostar que os rapazes andassem sempre de volta dela, e precipitadamente começou a ser um pouco menos simpática e acabou por afastar todos os rapazes da sua vida.Mais tarde, acabou por se arrepender e quando queria arranjar o amor da sua vida, estava mais desesperada que nunca e cada vez mais fechava-se. Leu num livro que segundo uma lenda, para arranjar o amor da vida dela teria de arranjar um candelabro com três velas e um “amigo”.Catarina, sem ter amigos decidiu levar o primeiro animal que encontrou: um sapo. À meia-noite, ajoelhou-se a um canto do seu vazio quarto, com o seu candelabro e as três velas acesas e o sapo em cima do seu colo.Nada mais se sabe sobre esta história, mas pensa-se que o sapo se transformou num príncipe. Há quem diga que nada aconteceu e que Catarina sofreu até ao fim da sua vida. Fica agora ao critério de cada um terminar a minha história...


Por Sara Cabral
(postado por empréstimo no Método)

9 comentários:

  1. Ora bem... hummmm...

    Era meia noite em ponto, quando os seus lábios tocaram o sapo. De imediato deu-se um puffft, e uma fumarada imensa invadiu o quarto. Catarina, tossiu por cinco minutos, antes de conseguir vislumbrar a bela rapariga em pé, ao lado da janela.
    Uns, dizem que foram felizes para sempre, outros dizem que Catarina sofreu até ao fim da sua vida, vitima do preconceito alheio!

    ResponderEliminar
  2. opa...e com cada aventura...li para tras e estas historias estao demais..

    ResponderEliminar
  3. Costuma dizer-se que se não os podes vencer, junta-te a eles.
    E foi o que acabaria por acontecer. Catarina, farta de tentar procurar o amor da sua vida entre aqueles sapos todos sem encontrar aquele que quisesse verdadeiramente transformar-se em príncipe, acabou por transformar-se ela própria em sapo!

    (Estou a gostar muito deste desafio)

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Minha Amiga,
    Enganou-me!!
    Disseste que vir ao teu blog seria uma seca... Pois bem: magnifico! De uma riqueza estonteante! Ainda ando nos primeiros meses... Quero ler TUDO! (e o teu blog não é "apenas" para ler - cada linha mostra um pouco de ti!)
    Estou a adorar! PARABENS!!
    Vou continuar....
    Beijocas
    CA

    ResponderEliminar
  5. Rezemos pelos Católicos da Índia perseguidos e assassinados:

    http://www.zenit.org/article-19338?l=portuguese

    ResponderEliminar
  6. Ai, mas mudou por alguma razão! Há-de dizer-me que livro é esse para fazer o ritual... :P
    Parabéns!

    ResponderEliminar
  7. Obrigada pela estoria Sara, é sempre muito bom receber estas estorias... Sendo a Sara uma "nao blogger" o privilégio é maior...

    Beijinhos a Sara a beijinhos para todos vós amigos, que por aqui andam atentamente... :)

    ResponderEliminar
  8. Não faço a mínima ideia como acabou a estória... mas acho que a marta sugeriu um bom final, apesar de também acabar em aberto...

    Bjinhos e parabéns à Sara Cabral pela estória!

    ResponderEliminar
  9. Parabéns à Sara pela sua estória!

    Gostei do teu final Marta.. Ficção e realidade às vezes estão mais perto do que se pensa...


    Beijocas

    ResponderEliminar

Recebo as vossas palavras de coração...