quarta-feira, setembro 17, 2008

Faustoólicas #1

"preciso de falar (os nervos), preciso de falar (os nervos), preciso de, preciso de, (os nervos, os nervos), porque preciso de, porque preciso de, porque preciso de falar. sabes que fausto é um satanista? sabes que fausto é um sabes que fausto é um satanista?
preciso de falar fausto, preciso de falar com fausto, preciso de falar,
um dia destes, um dia destes novamente, enquanto durante portanto pois depois, essa pressão na cabeça (os nervos), essa de preciso de te falar, essa pressão na preciso de te falar, (os nervos), essa de ensaiar o que te vou falar, porque preciso de falar, um destes preciso novamente, portanto com os nervos,
sabes fausto falar? sabes falar com fausto? sabes que fausto é um preciso de falar? sabes que dantes julgava dante mas agora já não? sabes que agora já não penso assim (são os nervos, são os nervos).
um dia destes, porque por enquanto, novamente, porque por enquanto, apenas por aqui, neste expressionismo minimalista, neste expressionismo mínima...
não me apetece falar mais."

Rafael Dionísio*, in Cadernos de Fausto.

* João Rafael Dionísio foi o meu professor de Escrita Criativa nos Ateliers que fiz. Cadernos de Fausto é já o seu sexto lívro editado.

Nota: A forma de escrita deste post é rigorosamente igual à apresentada no livro.

10 comentários:

  1. Sónia Pessoa18/09/08, 14:05

    acho que fiquei com dores de cabeça!... me perdoem pela ignorância

    ResponderEliminar
  2. Sonia,

    Fica o esclarecimento:

    Fausto é o protagonista de uma popular lenda alemã de um pacto com o demônio, baseada no médico, mágico e alquimista alemão Dr. Johannes Georg Faust (1480-1540). O nome Fausto tem sido usado como base de diversos romances de ficção.

    No afã de superar os conhecimentos de sua época, evoca Fausto espíritos e, por fim, Mefistófeles, o demônio (palavra que significaria, etimologicamente, inimigo da luz) - com o qual negocia viver por vinte e quatro anos sem envelhecer.

    Durante este tempo, conforme o contrato assinado com seu próprio sangue, serviria o diabo a Fausto, em troca da sua alma. Entregue aos prazeres durante este tempo, é finalmente ao termo deles levado para o Inferno.

    Tendo, porém, encontrado o amor de Margarida, dela tenta obter a salvação, mas foi inevitável o destino a que se comprometera.


    Existe uma lenda que se diz que Fausto apodera-se, de tempos a tempos, alguns escritores, escrevendo por eles.

    Como referi, existiram inúmeras publicaçoes sobre Faus, passando tambem por Fernando Pessoa com "Fausto: Uma Tragédia Subjectiva" e agora em 2008 escreveu Rafael Dionísio "Cadernos de Fausto".

    Diferente?! Sim, sem duvida... Mas eu gosto. Tive o prazer de conhecer João Rafael Dionísio, como disse, como meu professor de Escrita Criativa. Com o seu estilo proprio, mas das pessoas mais cultas que conheço!

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Texto fantástico!!!!
    Completamente fora do que é comum encontrarmos, MAS, um fora do comum com uma qualidade que não me atrevo a descrever (não me acho com aptidão para tal!).
    Muito bom mesmo!!! (muito ao estilo do "meu amado" Fernando Pessoa - verdade!)
    Parabéns ao Prof. João Rafael Dionisio.
    (Mais UM autor a juntar às minhas próximas aquisições!!)
    Beijinho
    CA

    ResponderEliminar
  4. Amiga Cátia,

    Sim, sou eu. Acredita!!! A Carracinha veio visitar-te!!! Tenho andado ausente, bem sei, mas realmente tem sido quase impossível visitar os blogs amigos e até mesmo dar andamento ao meio. Hoje por ser 6ª feira e estar com alguma preguiça para trabalhar, lá vim ver como estava este canto.


    Um estilo bem próprio e diferente de escrever. E fiquei a perceber melhor depois do teu esclarecimento.


    Beijos grandes e um bom fim-de-semana

    ResponderEliminar
  5. Em vez de "andamento ao meio" deve ler-se "andamento ao meu". Sorry...

    ResponderEliminar
  6. Cristina,

    Fico feliz por gostares do texto. Como já disse, apeteceu! :) E para além disso, acho que é bom dar a conhecer coisas novas.

    Tem algumas semelhanças com FP sim (Teu amado? Acho que ele nao estava mt virado para aí, mas se tu o dizes... :P ), mas num estilo muito mais louco...

    O João tem um blog onde coloca a sua poesia (embora os livros sejam em prosa). http://rafael-dionisio.blogspot.com/ Sinceramente nao gosto tanto, mas fica a informação... ;)

    Beijinho mt grande para ti querida



    Carracinha,

    Que bom ter-te por cá, tenho sentido a tua ausencia... Mas como dizes, hoje é sexta!! iuuupiiii... :D

    Diferente sem duvida Carracinha, e ainda bem que o esclarecimento ajudou.

    Beijinhos e bom fim de semana

    ResponderEliminar
  7. Ai os nervos!... lol

    Boa escrita criativa! Tenho que experimentar estas modalidades :)

    Deixo-te um beijinho grande de bom fim-de-semana

    ResponderEliminar
  8. Fa Menor,

    Querida amiga, experimenta sim, vais ver que dá resultados extraordinários...

    Beijinho grande e bom fim de semana tambem para ti

    ResponderEliminar
  9. Fogo que stress!!!!!!!!!!

    Beijos amigas!

    [Prefiro a tua escrita sem duvida!!!!!!!!]

    ResponderEliminar
  10. criatividade ao rubro nota-se!
    interessante.

    ResponderEliminar

Recebo as vossas palavras de coração...