terça-feira, Abril 01, 2008

Origem da Literatura Portuguesa...

Não podia começar este mês dedicado à Literatura e Escrita Criativa sem falar na Origem da Literatura Portuguesa...


As primeiras manifestações da literatura portuguesa são em verso, datam do séc. XII e estão reunidas em três colectâneas: o Cancioneiro da Ajuda (séc. XIII), o Cancioneiro da Vaticana e o Cancioneiro da Biblioteca Nacional (sendo estes cópias de textos mais tardios).

Os primeiros poetas são João Soares de Paiva e Paio Soares de Taveirós, sendo da autoria deste último a célebre «Cantiga da Garvaia».Remetendo, nas suas origens, para a tradição oral, esta produção lírica é difundida por trovadores (poetas) e segréis (instrumentistas) e jograis.

Pensa-se que o lirismo medieval sofre a inspiração latina mas se fortalece em poesia popular, estabelecendo as «harjas» moçárabes uma ligação à poesia românica, muito especialmente às cantigas de amigo.

"Cantiga da Garvaia", Cancioneiro da Ajuda


No mundo nom me sei parelha
mentre me for como me vai,
ca ja moiro por vós e ai!
mia senhor branca e vermelha,
queredes que vos retraia
quando vos eu vi em saia.
Mao dia me levantei
que vos entom non vi fea!

(Paio Soares de Taveirós, «Cantiga da Garvaia» - (1.ª estrofe))


Quanto à ficção, se pusermos de lado os textos em prosa de feição historiográfica, nomeadamente os que se constroem em torno da figura de D. Afonso Henriques (Crónica Geral de Espanha de 1344 e Crónicas Breves de Santa Cruz de Coimbra, IV), há traduções de obras de matéria da Bretanha (um ciclo da Demanda do Santo Graal, e outro de José de Arimateia) e textos de cariz religioso e edificante (Boosco Deleytoso e Horto do Esposo, sécs. XIV e XV), além de prosa doutrinal, que encontra na família de Avis, no séc. XV, expoentes notáveis: O Livro da Montaria de D. João I, sobre a arte e os prazeres da caça; A Ensinança de Bem Cavalgar Toda a Sela e Leal Conselheiro, sobre a arte de montar e sobre a ética e a prática da vida quotidiana, respectivamente, de D. Duarte; e Virtuosa Benfeitoria, adaptação de Séneca sobre os benefícios dos nobres, do Infante D. Pedro).

Mas é o Amadis de Gaula que marca com relevância a ficção da época. Editado em Saragoça em 1508, o texto é, ao que parece, subsidiário de um texto português do séc. XV. Novela de cavalaria, com entrecho amoroso e guerreiro que obedece ao melhor das convenções do género, salienta-se por um esboçar de realismo em pormenores da acção e da incipiente psicologia e, sobretudo, pela atmosfera de sensualidade que une o par amoroso.

Ainda hoje se mantém hesitante a atribuição da sua autoria, quer para o lado português, quer para o lado espanhol, sendo certo que se trata de uma obra-prima da ficção peninsular.

(Texto retirado daqui)

4 comentários:

  1. Olá primota!

    Não tinha vindo cá, porque hoje o tempo tem sido pouco. :(

    Mas sim, agora que vim, reconheço que tal como disseste não achei motivante, mas... uma lição de história não me faz mal nenhum! :D
    E tu tinhas efectivamente que começar por algum lado, mas... agora que venha a escrita criativa... a TUA! :)

    BEIJO GRANDE!

    ResponderEliminar
  2. Aprender nunca é demais!

    ;)

    Beijinho.

    ResponderEliminar
  3. Olá Catiazinha!

    Sabes que mais???
    Não fazia ideia de nenhuma da informação deste post... Até já me sinto mais culta!... E VIVA mês dedicado à Literatura e Escrita Criativa!!!

    Bjinho grande!

    P.S.: Já parecia que estava numa aula de português quando li a estrofe do poema "Cantiga da Garvaia". Com todas aquelas palavras que sofreram muitas alterações ao longo do tempo parecia mesmo uma página do meu livro de português... Para o ser verdadeiramente só faltava a legendinha ao lado... LOL!!!

    ResponderEliminar
  4. Querida mana,

    Gostei muito da ideia de dedicares este mês à literatura e à escrita criativa :P

    E tinhas que começar por algum lado, né mana??

    Origem da literatura portuguesa? hummm... achei que sim.. que foi uma boa escolha, uma boa forma de dar início a este mês fantástico neste cantinho :D

    É claro que talvez seja o post que menos incentiva à leitura, mas compensa por sabermos que vêm aí mais surpresas :D E das boas como sempre ;)

    Beijinho muito grande e parabéns pela iniciativa mais uma vez!

    ResponderEliminar

Recebo as vossas palavras de coração...