segunda-feira, dezembro 03, 2007

Luta por um gesto...


Era o teu 1º aniversário, e estava desejosa para chegar a casa e poder passar o resto de dia contigo... Estava a chover e o trânsito estava ainda mais louco que o habitual... Em poucos segundos deixei de ter noção do que se passava, reinava o caos. Dei por mim deitada no frio do asfalto, e adormeci. Algo se tinha passado, mas não tinha forças para questionar... Vieram as ambulâncias e os bombeiros, deixei-me levar em silêncio, sem perguntas ou choros... Havia de chegar o momento para tudo isso.

Passaram-se horas, dias, não sei quanto ao certo... Quando acordei estava deitada numa cama de hospital... Era altura de me questionar, de questionar sobre o que se tinha passado. Olhei em redor e não havia ninguém. A sensação que tinha em mim não era boa, sabia que algo se passava, sentia-me perdida em mim, só não sabia o porquê... Foi quando chegou o médico e começou a contar-me o que se tinha passado. Tinha sofrido um acidente com um camião e tinha sido projectada do carro. Cheguei inconsciente ao hospital, e fui operada, mas infelizmente não tinham conseguido travar as lesões da coluna. Estava paraplégica!! - "Como??" - Gritei. Fechei os olhos, "Foi um sonho mau", pensei. Depois de sairem daquele espaço, abri os olhos, e tentei contrariar tudo o que me diziam, mas foi uma tentativa em vão... Tirei os cobertores, e olhei para o meu corpo assim sem vida... Era este o meu final, um corpo deitado à mercê dos favores dos outros...

De repente, entraste naquele espaço. Reconheci a tua gargalhada, a tua expressão contrastava bem com o meu estado de espírito... Olhei-te em silêncio, o meu pensamento foi de desilusão... "Que raio de mãe foste tu arranjar?! Que desilusão serei para ti..." Olhaste para mim e disseste aquela palavra mágica: "Mamã!" Vieste para o meu colo, e sorrias... Sorrias para mim como sempre o fizeste. Naquele momento senti que não poderia deixar-me abater, que não poderia deixar de lutar, por ti não podia... Naquele momento, deu-se a minha iniciação para uma luta eterna, uma luta por um gesto meu, por muito pequeno que fosse...

Hoje, passados tantos anos, a vida vai correndo ao sabor de pequenas vitórias. Hoje sou independente dentro da dependência. A minha vida não voltou a ser a mesma, mas tentei minimizar os danos daquele momento que nunca me consegui lembrar... Guardo em mim aquele sorriso que me deste, aquela força, aquele amor desmedido, e é esse amor que me move...



A Marta desafiou os leitores a escreverem um post onde utilizassem o titulo dos ultimos 10 posts. Considerei um desafio interessante, e aqui está o resultado, dentro do possível. Neste Dia Internacional da Pessoa com Deficiência, aproveitei para chamar a atenção para os desafios que os deficientes enfrentam ao longo da vida...

22 comentários:

  1. Grande resposta!
    É o que eu digo, estás mesmo em grande!
    O texto é excelente, e neste dia então...

    Hoje estou sem grandes palavras, afinal é segunda, por isso... parabéns pelo texto! ;)

    Beijo grande!

    ResponderEliminar
  2. Muito bom linda...
    Este deveria ser um dia todos os dias...
    Osportadores de deficiencias de todo o tipo sofrem pelas barreiras quer físicas, quer sociais...
    Um belo desafio que tu propria superaste em grande!

    Beijinhos linda!

    Aromas em ti!

    ResponderEliminar
  3. Muitos parabéns pelo texto, ficou magnifico...fico sem palavras

    :)

    beijinhu

    ResponderEliminar
  4. Bom dia Cátia,

    Mas que grande resposta ao desafio lançado pela Marta. Este texto, como já é habitual por aqui, está muito bem escrito. E mais uma vez alerta para uma questão que afecta muitos portugueses. Está muito bem adequado ao dia em questão.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Ah... tenho-me esquecido de dizer que adoro a música do Yann Tiersen que tens no blog.

    ResponderEliminar
  6. Linda bom dia. Sim senhor lindo texto. Continua. Olhemos os outros com olhos de olhar, muitas vezes as deficiências estão em nós "ditos normais".
    Beijinhos e um dia muito abençoado.
    Que o Senhor te proteja.
    Fica bem. Fica com Deus.
    Anita (amor fraternal)

    ResponderEliminar
  7. muito bem...
    ficou certeiro...
    sem plagios, sem facilidades de titulos parecidos lol...

    deste a volta ao desafio com pinta e habilidade!
    gostei imenso.

    good day dear.
    bjss
    peace!

    ResponderEliminar
  8. Amiga, espero que estejas melhorzita :)
    Por cá... atulada em trabalho (o que é bom...) mas desejosa das mini-férias que não são férias eheheh... apenas uns diazitos para poder absorver ainda melhor este espírito de Natal que já me anda a correr no corpo :)
    É indiscutível este sentimento.. ainda que digamos que natal é todos os dias e que concordo plenamente, esta não deixa de ser uma data que adoro, pela cor, luzes, pelos sentimentos de partilha e solidariedade...
    mantemo-nos despertos e que este natal seja o começo de muitos dias de natal!

    beijinhos com grandes melhoras...

    P.S. Essas ditas "mini ferias" são a altura ideal para nos vermos amiga!

    beijinhos grandes

    ResponderEliminar
  9. Querida Cátia,
    que bem respondeste ao desafio!!!
    Parece que mais atenta do que eu, estás tu!!! ;)
    Tenho andado "por cá", mas em silêncio... Sei que sentes a presença!!!

    Um grandioso abraço, muito amigo!

    ResponderEliminar
  10. Minha querida e doce amiga, fico triste porque já percebi que não estás melhor da tua tosse. Sabes que ontem quando contei ao meu marido ele disse logo que não acreditava que desse resultado. Mas eu disse-lhe que ia esperar pela tua resposta e pela da Maria para dizerem.
    Pois é pelos vistos essa técnica não dá, assim escuso de experimentar.
    Linda resto de um bom dia e as melhoras.
    Amanhã deixarei lá no meu cantinho mais curiosidades.
    Beijinhos.
    Anita (amor fraternal)

    ResponderEliminar
  11. Ena! respondeste ao desafio da Marta!
    Lindinha, voltarei amanhã para te ler com calma, eu prometo...
    Ando tão sem tempo!...
    Beijinhos mt grandes!
    Gosto mt de ti.

    Fa-

    ResponderEliminar
  12. Olá Cátia!

    Adorei este post.
    Está muito bonito e muito bem construido. Já vi que tens muito jeito para escrever...

    Realmente é um assunto que me toca muito e que não consigo deixar passar ao lado do meu dia-a-dia. Admiro imenso as pessoas defecientes que conseguem ultrapassar os seus problemas e que continuam a viver com as suas dificuldades mas que fazem de tudo para tornar a vida mais alegre e deliciosa não se deixando, assim, cair na tristeza do problema.

    Desejo a todas as pessoas com deficiencias muitas felicadades e que lutem para ultrapassa-las.

    Beijo!

    ResponderEliminar
  13. Olá,

    O texto está espectacular, grande resposta ao desafio! :D
    Mostra muito bem a força, a vontade de viver e os desafios diários que as pessoas com deficiência têm de enfrentar. A coragem necessária para viver a vida com maior alegria!

    Beijo

    ResponderEliminar
  14. Olá Cátia. O que estes desafios têm de bom é a capacidade que têm de surpreender. Encontramos diferenças por todo o lado mas de grande valor tal como o são as pessoas com deficiência.Parabéns pelo post e pelo teu esforço ao desafio. Muito bom!

    Beijo agradada.

    ResponderEliminar
  15. Bom dia doce amiga, então como vai esta tosse? Um pouco melhor? Espero que sim. Este tempo está tão húmido e frio. Parece que estamos em Inglaterra, sempre este nevoeiro.
    Linda hoje deixei lá no meu cantinho mais uma curiosidade, se tiveres "curiosidade" passa por lá.
    Beijocas e um dia muito feliz.
    Fica bem. Fica com Deus.
    Anita (amor fraternal)

    ResponderEliminar
  16. E é isto que acontece quando a imaginação voa... surgem coisas lindas ;)**

    ResponderEliminar
  17. Linda bom dia espero que estejas melhor.
    Bom fim de semana e até Domingo à noite.
    Beijocas.
    Fica bem. Fica com Deus.
    Anita (amor fraternal)

    ResponderEliminar
  18. Querida,
    hoje ao ler este teu trabalho, com olhos de ver, não pude deixar que estes se não enevoassem! Tocou-me muitíssimo, até porque é matéria sobre a qual tenho andado a debruçar-me agora nas minhas aulas - deficiência. Todos estamos sujeitos a que nos aconteça isto, e todos conhecemos casos assim. Muito embora já se pense muito hoje na deficiência, infelizmente as respostas sociais ainda se revelam insuficientes porque cada vez há mais casos e novas necessidades. Porque, e ainda bem, existe hoje um novo conceito de deficiência, no qual são agrupadas todas as pessoas que estão dependentes de terceiros ou de ajudas técnicas, para as suas actividades ditas normais, definitiva ou temporariamente. É bom que se vá consciencializando a sociedade. Este não é um problema só dos outros.

    Beijinhos grandes

    Fa-

    ResponderEliminar
  19. Minha querida,
    Es uma fonte de inspiracao para todos nos.....obrigada!
    beijinho muito doce

    ResponderEliminar
  20. Esta música é tão especial...

    Beijo doce em ti ;)

    ResponderEliminar
  21. Minha querida,

    Este texto está espectacular :D Ganda volta pa encaixar ali os posts todos :$ (eu n conseguia snif snif)

    Parabéns!! Continuas o meu ídolo :D:D

    BeIjInHoS gAnDs Em Ti MaNa :D

    ResponderEliminar

Recebo as vossas palavras de coração...