sexta-feira, março 14, 2008

Pequena reflexão...


Dizem que a amizade é para todos os momentos, que amigos são aqueles que fazem tudo por nós, que estão sempre lá. Dizem que os amigos têm que ser leais, pessoas de respeito, em quem confiamos. Dizem que os amigos nunca traem, nunca abandonam em alturas dificeis. Dizem que os amigos não dão só palmadinhas nas costas, dizem "não" quando tem que ser, e dizem sempre a verdade por muito que doa...

Dizem isso e eu sempre o disse também. Mas... e quando existem amigos dos dois lados da moeda? Que critério utilizamos? Como optamos? Decidimos trair um dos lados ou ficamos calados? Mas, não traimos assim também?

17 comentários:

  1. Entre o dito certo e o dito errado, existem mil tons!
    A teoria é de longe mais fácil que a prática.
    Há perguntas para as quais não há respostas certas e erradas, há mil teorias.
    A minha regra é manter-me o mais em paz possível.

    Beijo grande!

    ResponderEliminar
  2. Mil possibilidades, e nenhuma que não magoe sempre alguém...

    ResponderEliminar
  3. Querida mana,

    Existem realmente situações complicadas, em que temos que enveredar por um caminho, ou então que permanecer calados. Escolher um caminho não é trair, é apenas optar pela solução que nos parece ser mais lógica. Essa escolha pode magoar sim, mas não trai.

    O silêncio pode ser injusto e desagradável de se ouvir, mas tal como a Marta diz, o mais importante é estar em paz e sem conflitos interiores.


    Beijinhoooo gandddddd

    ResponderEliminar
  4. Acho que o principal é tratar ambas as partes com igualdade... Tentar não tomar partidos. Dizer o que se pensa mas sem ferir ninguém.

    É complicado gerir isso...

    Beijocas

    ResponderEliminar
  5. Entre amigos não deveriam existir obstáculos
    Um amigo é uma pessoa de bem, onde impera a fidelidade mútua
    Devíamos atender a esta máxima nas nossas vidas
    e comportarmo-nos como tal
    Um dos problemas actuais da nossa sociedade,é despejar tudo o que sabemos a respeito de um amigo, sem pensar os problemas que daí possam surgir
    Beijinho
    Bom fim de semana

    ResponderEliminar
  6. Minha querida,
    a verdade acima de tudo, doa a quem doer!

    Não se pode mentir em nome da amizade, quando muito omitir para não prejudicar, pois se pelo meio existem segredos, não se tem o direito de dispor deles.
    Se um amigo nos confidencia algo que poderá implicar ou prejudicar outro amigo, acho que não temos o direito de ir a correr contar ao outro só porque somos amigos. Isso poria em causa a amizade dos dois lados. Devemos, sim, é aconselhar um, ou outro, ou ambos... tendo sempre por objectivo repor a verdade!

    Mas isto é de muita complexidade...

    Quado pelo meio surgem situações de injustiça não se deve compactuar com elas, apesar de surgirem de um dos nossos amigos, e ainda mais se prejudicarem outro amigo.

    Beijinho muito grande, amiga linda!
    Bom fim-de-semana

    ResponderEliminar
  7. Amiguita,
    sabes que quando li este teu post também senti que estávamos numa mesma onda?

    Beijão e bom domingo!

    ResponderEliminar
  8. interessante reflexao...
    de acordo.

    adorei:
    "Dizem que os amigos nunca traem, nunca abandonam em alturas dificeis"

    só é pena q pensava q tinha um amigo assim...! mas nem tudo é como nós pensamos...! Mas isso é uma historia q n vos interessa.

    gostei do blog.
    boa escrita.

    ResponderEliminar
  9. Sr Anónimo... bem sabes que sei que és, ja te disse noutras alturas que as pessoas escrevem de uma determinada forma, como que têm uma "assinatura" na escrita...

    Alguma queixa? Pois é... nao fui boa amiga... Ninguem é perfeito... quanto ao que se passa por aqui, é algo bem maior que os problemazitos que possa ter...

    Beijos desta tua amiga

    ResponderEliminar
  10. opss, saiu anónimo...
    opss...o anónimo sou eu, Paulo.

    sem querer meti anónimo.
    peço desculpa por faltar a assinatura...!

    yep, eu vi logo q reconhecerias a minha escrita. :)

    gostei o post...bonita definição...!

    se foste má amiga?
    falas de quem?...de mim não pois, nunca foste má amiga...pois cada qual é como é...! foste, és minha, boa, amiga ora...! ;)
    obvio és uma amiga diferente...pois existem, na minha definição, amizades verdadeiras, normais, banais...! Onde estás tu? Tu sabes...sim tu sabes...;)

    ha mt q n vinha aqui...mas em silêncio tenho estado ;)
    venho e deixo-te um bj.

    abraço do amigo Paulo (ex-anonimo lol)

    ResponderEliminar
  11. comentando, agora o post, direi umas palavras:
    "a teoria sempre se deu mal com a prática"...raras as vezes se deram bem. Eu por acaso, fora da familia...n sei se terei amigos definidos como no post. tlv tenha e sou cego.

    A verdadeira amizade tem dor...pois nela deambula a honestidade. Magoando, sendo honestos...sim é verdadeiro amigo!

    é realmente uma reflexão de salutar.

    abraço

    ResponderEliminar
  12. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  13. ola catia

    sexta-feira enviei-te um mail sobre este post.

    hoje talvez um pouco mais sobrio e pensador localizei alguns items na minha consciencia e defini que assim que a luz e o calor me devolvessem alguma energia nas pontas dos dedos seria importante acabar o mail ,mas aqui no teu post!
    a amizade e construida com base no amor de duas ou mais pessoas ...da mesma forma que o amor nao sobrevive sem amizade,quando amas es perdoado e perdoas,ninguem sera suficientemente feliz se so amou uma vez,ja por diversas alturas da minha vida amei mais de muitas pessoas,mais de uma multidao,tambem ja estive um ano sem amar ninguem fui infeliz , e recomecei por amar pedras,folhas,nuvens,arvores,flores,somente tudo que me fizesse olhar e meditar.se a confianca que falas tem um sentido generalista,devo te dizer que a amizade passa por ai tambem,a amizade nao tem so uma infancia,temos varias e com elas varios renascimentos em cada um de nos,a confianca da mesma e um passo que justifica tornados,vulcoes,ate mesmo rompimentos aparentemente definitivos,quem nao esclarece as suas duvidas,nao tera porta isenta na amizade!!!as amizades sao como o amor,nascem e florescem em pequenos jardins na distancia ou na porta ao lado,no desconhecido ou no de sempre,e esta a verdadeira magia da amizade,hoje nao te conheco e amanha nao vives sem mim,com a abertura dos canais da internet o mundo deu um passo maravilhoso,onde o sexo deixou de ser fonte de inspiracao ao mundo dos homens e mulheres,onde passas a conhecer um pouco mais de tanta gente so por aquilo que lhe sai entre as letras e os gritos da noite,ate na pessoa mais cansada que decide escrever para se libertar ,se nota como o amor e a amizade e como um despertar!!!ja vao compridas estas linhas ,dai talvez te possa afirmar que gosto de ti,tal como es,com as tuas duvidas,as tuas certezas,com as tuas perguntas curiosas,com o estar de te preocupares com o mundo e o que te rodeia,por teres tanto para dares,com o simples facto de tu saberes amar,es the special one,aquela que sofre sem magoa,somente quer dar um pouco mais,mas nao te esquecas que nao ha vida longa e feliz sem muito e muito amor tu puderes dar,da a varias pessoas,outras te quererao dar,aceita e pinta o mundo com as tuas cores com as tuas flores,e diz-me gostas de mim?entao da-me o teu abraco e diz por favor a amizade aquilo que tu tens para lhe dar!!!ama a verdade na amizade!

    ResponderEliminar
  14. Se gosto de ti? Gosto sim, tu bem sabes que sim.. És the special one, special friend... talvez nao o saiba explicar porque, mas sabes que o és. Gosto de ti e gosto dos meu amigos... Tenho feito varios ao longo destes tempos,felizmente... Amizade sem confiança nao é nada, a amizade sem verdade nao é nada... é por esses valores que sempre lutei e que agora encontro-me na duvida de caminho devo ou nao tomar... Amo a verdade sim na amizade?! Ir pelo caminho da verdade é por vezes muito duro e doloroso.

    A ti deixo o tal abraço que me pedes, dou com grande respeito e amizade, e um beijinho mt grande

    ResponderEliminar
  15. grande Bono eu li...!

    ResponderEliminar
  16. Humm aqui fala.se de amizade...
    Pois eu que toda a gente acha que conheço o mundo e arredores e que quem eu não conheço me conhece, não tenho mais de tres numeros no tlm para quem sei que posso ligar a qualquer hora, para dizer uma piada ou chorar compulsivamente, com a certeza absoluta que serei ouvida.

    E mesmo que um dia a minha lista se resuma a uma só pessoa, eu sei exactamente quem ela vai ser. Um ser humano tão fantástico, que me entende de uma forma tão estranha, e me é tão intima mesmo sendo exageradamente diferente de mim que chega a assustar. E quando penso nisto choro. De tristeza. Mas de felicidade tambem. Porque tenho pelo menos uma amiga. Uma amiga que não é o meu espelho. É o meu oposto. E, mesmo assim, sei que me é leal, porque sempre que pode, zanga.se comigo, mas zanga.se MESMO. E quer ver.me feliz.

    ResponderEliminar
  17. Realmente ser amigo é preciso paciência, gostarmos mesmo muito da pessoa, saber os seus pontos fracos, connhecê-la bem, respeitá-la minimamente...

    ser amigo é tanta coisa!
    Implica sermos nós, os amigos, os amigos dos outros, enfim...

    Claro que há sempre alguma coisa que fazemos que magoa sempre alguém, mas é assim que vemos onde erramos e é a melhor maneira de conhecermos os nossos amigos e a nós também.

    Beijo grande!

    ResponderEliminar

Recebo as vossas palavras de coração...