sexta-feira, fevereiro 29, 2008

Vazia...


Hoje apetece-me gritar... Apetece-me dizer ao mundo que estou insatisfeita... Quero fugir, quero partir, desaparecer... Ir para tão longe que nunca mais ninguém me encontrava... Mas não, não é de vós que eu fujo, mas de mim mesma... Vivo numa pele que nao é a minha, uma vida que não é aquilo que eu esperava, que desejava... NÃO, NÃO É!!

Queria poder fazer tudo de novo, começar de novo, não ter que viver o que tive de viver... Queria iniciar a minha existência, queria poder escolher... A verdade é que não posso... A vida é assim, vive-se uma vez e passou. Os erros podem não ter sido muito graves, mas foram certamente muitos...

Olha para mim agora e diz-me o que vês... Diz-me por favor!! Eu olho e não vejo... Não vejo nada para além de vazio... É assim que me sinto, vazia... Desprovida de vida, de cor, de tudo... Vejo preto, mas até dizem que o preto é ausência de côr...

Quero sentir vida dentro de mim, quero sentir... Porque não sinto?? Hoje não sinto nada, apenas que estou morta por dentro, sinto um marasmo, sinto-me presa em mim...

Mas como não posso ir, fico... Fico aqui. Hoje recolho-me no que sobrou de mim... Hoje fico por aqui, amanha pode ser que vá...

quinta-feira, fevereiro 28, 2008

Eu sou assim...




Quantas vezes
Já me perguntaram
Quem és tu…
Como és tu…
Quantas perguntas...
Quantos julgamentos...
Quantos enganos...
Quantos…

Tudo é tão simples
Sou assim…
Nasci e cresci
Sou amor, sou paixão…
Sou amiga, sou mulher…
Sou carinho, sou ternura…
Sou ciumenta, sou teimosa,
Sou frágil, insatisfeita...

Sou uma mulher que luta,
E uma menina que chora quando perde.
Sou uma mulher que briga,
E uma menina que brinca.
Sou uma mulher correcta,
E uma menina travessa.

Sou simplesmente eu mesma,
Nas horas em que erro,
Ou nas horas que acerto.
Sou o que sempre fui
Seja aqui seja lá
Seja onde for…
Sou HUMANA... Imperfeita...

... eu sou assim.

segunda-feira, fevereiro 25, 2008

Encontro...


Momentos que são sentimentos...
Meses que são momentos
De um sentimento a crescer...
Carinho... Confiança... Amizade...

Momentos que são turbilhão de sentimentos...
Minutos que são momentos
De abraços sentidos,
Sorrisos partilhados,
Palavras ditas,
Gestos tocados,
Lagrimas soltas,
Emoção... Partilha... Felicidade...

Hoje senti-me no teu abraço,
Sorri pelo teu rosto,
Falei pelas tuas palavras,
Toquei-me no teu toque
Emocionei-me nas tuas lágrimas,
Senti-me reflexo da tua alegria...

... Hoje encontrei-me em ti.

sábado, fevereiro 23, 2008

Ticho e Amigos [3]

Lágrimas de Sal


(...) "A barreira permanece, os olhos choram a falta de coragem, a falta de impulso para o mergulho nas palavras que não surgem e que existem por inteiro, ou em parte…" (...)

By Patrícia

Quadragésima.com

O tempo da Quaresma é um tempo de descoberta da nossa identidade como cristãos. É um tempo de encontro connosco próprios e com Deus. É um tempo especial de introspecção e reflexão. Porque não havemos de o fazer aqui, na net, e de uma forma mais comunitária, ajudando-nos uns aos outros?! Deste objectivo nasce esta proposta, a "quadragésima.com".

Regras da quadragésima.com:

1- Ao receber a "quadragésima.com" o blogger deve reflectir na sua relação com Deus e descobrir uma frase, bíblica ou não, que a defina;

2- Depois de o fazer deve re-escrever num post estas regras, as frases já assinaladas pelos anteriores bloggers (com o respectivo link), e escrever a sua;

3- No post deve incluir quem deseja convidar (pode e deve manifestá-lo no blog da pessoa convidada);

4. Não é permitido fazer mais que um convite ao mesmo tempo;

5- O blogger que, recebendo a "quadragésima.com", não estiver interessado em aceitá-la, deve indicá-lo ao seu emissário para que este lhe dê seguimento através de outro blogger;

6- Não podem aceitar mais que uma vez a "quadragésima.com"; se o convite aparecer, mesmo vindo de outra "frente", devem igualmente informar o emissário do segundo convite;

7- A "quadragésima.com" realiza-se em 3 frentes: frente "Deus-Pai"; frente "Jesus"; frente "Espírito Santo"; estas frentes funcionarão quase como equipas, para tentar chegar ao maior número de bloggers possível (não se trata de encontrar vencedores, mas empenhados)

8. A "quadragésima.com" será encerrada na Sexta-feira Santa, dia 21 de Março, pelas 12.00 horas, hora em que o último blogger receptor deve endereçá-la, já com a sua frase, a este endereço, para publicitarmos todas as frases que definem a nossa relação com Deus nesta Quaresma de 2008.quadragésima.com – as frases:

0. "Eu sou o Bom Pastor. O Bom Pastor dá a vida pelas suas ovelhas." Jo 10, 11 - Confessionário dum padre

frente "Espírito Santo"

1. ''De maneira semelhante é que o Espírito vem em socorro da nossa fraqueza, pois não sabemos o que devemos pedir em nossas orações, mas é o próprio Espírito que intercede por nós com gemidos inefáveis''. Rom. 8,26 – Partilhas em Fa menor

2 - «Fui-vos revelando estas coisas enquanto tenho permanecido convosco; mas o Paráclito, o Espírito Santo que o Pai enviará em meu nome, esse é que vos ensinará tudo, e há-de recordar-vos tudo o que Eu vos disse.» Jo 14,25-26 - Que é a Verdade ?

3 - «E eu vos digo: pedi, e dar-se-vos-á; buscai, e achareis; batei, e abrir-se-vos-á. Pois todo aquele que pede, recebe; aquele que procura, acha; e ao que bater, se lhe abrirá. Se um filho pedir um pão, qual o pai entre vós que lhe dará uma pedra? Se ele pedir um peixe, acaso lhe dará uma serpente? Ou se lhe pedir um ovo, dar-lhe-á porventura um escorpião? Se vós, pois, sendo maus, sabeis dar boas coisas a vossos filhos, quanto mais vosso Pai celestial dará o Espírito Santo aos que lho pedirem.» - Lc.11, 9-13 - A Capela

4- "De facto, não temos um Sumo Sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas, pois Ele foi provado em tudo como nós, excepto no pecado." - Hb. 4, 15 - A Partilha

5- «Tenho ainda muitas coisas a dizer-vos, mas não sois capazes de as compreender por agora. Quando Ele vier, o Espírito da Verdade, há-de guiar-vos para a Verdade completa. Ele não falará por si próprio, mas há-de dar-vos a conhecer quanto ouvir e anunciar-vos o que há-de vir. Ele há-de manifestar a minha glória, porque receberá do que é meu e vo-lo dará a conhecer. Tudo o que o Pai tem é meu; por isso é que Eu disse: 'Receberá do que é meu e vo-lo dará a conhecer'.» (Jo.16,12-15) - Mafaoli

6- «Tu, porém, quando orares, entra no quarto mais secreto e, fechada a porta, reza em segredo a teu Pai» [Mateus 6, 6] - ProCatequista

7- "Dou-vos um novo mandamento: que vos ameis uns aos outros; que vos ameis uns aos outros assim como Eu vos amei. Por isto é que todos conhecerão que sois meus discípulos: se vos amardes uns aos outros." (Jo 13, 34-35) - Deus em Tudo e Sempre

8 - É chegada a frase de "Quem quiser ser grande entre vós, faça-se vosso servo e quem quiser ser o primeiro entre vós, faça-se o servo de todos. Pois também o Filho do Homem não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate por todos." (Mc 10, 43-45) - Sede de Deus

9 - "Permanecei em Mim, que Eu permaneço em vós. Tal como o ramo não pode dar fruto por si mesmo, mas só permanecendo na videira, assim também acontecerá convosco, se não permanecerdes em Mim. Eu sou a videira; vós, os ramos. Quem permanece em Mim e Eu nele, esse dá muito fruto, pois, sem Mim, nada podeis fazer." (Jo 15,4-5) - Silêncio para Deus

10 - "E dizia Jesus: Pai, perdoa-lhes, porque não sabem o que fazem..." Lucas 23,34 - Pinguim Alegre

11 - "Agora permanecem estas três coisas: a fé, a esperança e o amor; mas a maior de todas é o amor." (1ª Carta aos Coríntios 13.) - Ess'agora

12."Fui crucificado com Cristo. Por isso, já não sou eu que vivo, é Cristo que vive em mim." (Gl 2, 19-20) O Sobrinho

13. «Se me amais, guardai os meus mandamentos. E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Consolador, para que fique convosco para sempre; O Espírito de verdade, que o mundo não pode receber, porque não o vê nem o conhece; mas vós o conheceis, porque habita convosco, e estará em vós.»(Jo.14,15-17) Libelinha

14 - "Confia ao Senhor o teu destino, confia nele e Ele há-de ajudar-te" (Sl 37, 5) Cátia por O Amor de Deus

15 - "marta, marta, te agobias y te preocupas por muchas cosas cuando solo una es importante", en lucas - Amor [Espanha]

16 - "Así que, todas las cosas que queráis que los hombres hagan con vosotros, así también haced vosotros con ellos; porque esto es la ley y los profetas." (Mt 7:12) - Ferípula [Argentina]

17 - ¿Como vivo mi cuaresma? Tal como lo propone hoy la segunda lectura de la Misa: Levantándome de la muerte, y dejando que la luz de Cristo me ilumine. - Cristian [Chile]


Gostaria agora de convidar o PCL para dar continuação a esta reflexão Quaresmal.

quinta-feira, fevereiro 21, 2008

Agricultor de malmequeres...



Era inverno, chovia, a terra precisava de se estabilizar, e de revirar... As coisas foram surgindo, acontecendo... Muitos foram os agricultores que por ela passaram... Uns ficaram, outros foram mas deixaram marca, outros foram sem a deixar e houve outros que vêm "testar" a terra, ver se está firme e se tem qualidade.

Passaram dias, semanas, meses... as estações foram passando... Agora permanece a primavera! Não, que não chova por vezes, mas essa chuva é necessária para manter as flores e os frutos.

Muitas cores passaram, mascaras, uns e outras com historias e estorias para contar. A terra cresceu e descobriu-se nos outros, nesses que tantas vezes eram falsos...

E agora o que vejo? Malmequeres... Quem gosta deles? Eu gosto!! Prefiro-os... São simples, transparentes... E já diz o ditado: Bem-me-quer ou mal-me-quer... Não existem duvidas, desconfianças... É ou nao é, está ou não está. E eu... bem, eu tenho certeza que Bem-me-quer e que são, que estão... por isso eu fico, permaneço, não arredo pé e continuarei a tratar dessa terra, desses malmequeres ao longo das primaveras... e sempre que chover, trarei mil guarda-chuvas para os proteger... um a um, pois todos são especiais...

Agradecimentos? Não quero... Quero antes poder-me rebolar por esses campos floridos. Umas vezes para gargalhar, outras para regar com lágrimas as flores...

Estou aqui, aqui me tens para tudo... Fico em silêncio pois ele fala mais alto.

segunda-feira, fevereiro 18, 2008

As minhas provas de mestrado...

Tal como muitos de vós já sabem, tive a apresentação e discussão da minha tese na passada sexta-feira. Aqui vos deixo a reportagem fotográfica da mesma.

Depois do Director dar inicio às minhas provas de mestrado, comecei a fazer a apresentação da minha tese de uma forma muito resumida, durante 20minutos.


Posto isto iniciou-se a fase de perguntas, esclarecimentos, "reparos" e respostas. Depois de ouvir durante mais de 45 min. o juri, chegou a hora de responder. Tinha ouvido vários elogios (talves dos maiores ou melhores que me podiam fazer), e agora tinha que dar resposta às perguntas, dando também a entender que havia muito para além da tese...

Deixei ainda o docinho de outros projectos que estou a desenvolver e que considerei que estariam enquadrados no assunto.




No final, e após uma espera ansiosa de quase meia hora, foi "com grande prazer e orgulho" que o director da Faculdade me informou da nota. Seguiram-se conversas para planos futuros, dicas e conselhos... Saí do gabinete orgulhosa, e com uma ideia no pensamento...


... Sou Mestre!! Venha o próximo...


(As novas mestres)

sexta-feira, fevereiro 15, 2008

quarta-feira, fevereiro 13, 2008

I'll be there for you...

Quantas vezes me arrastaste para frente da televisão e ficávamos a ver, rever e rever todos aqueles DVDs de desenhos animados? Quantas vezes andámos de baloiço juntas, e eu a ver quando é que ia rebentar com o meu peso? Quantas brincadeiras? Quantos risos? Quantos beijos e abraços? Quantas saudades...

Por todos os momentos que passámos, hoje queria dizer-te, e que acreditasses, que I'll be there for you...

Parabéns Sammy!

terça-feira, fevereiro 12, 2008

Ticho e Amigos - O inicio

Um espaço novo... Um espaço de partilha e de amizade. Com e para amigos... Convido-vos a todos, amigos e futuros amigos, que participem e partilhem este espaço comigo!



segunda-feira, fevereiro 11, 2008

sexta-feira, fevereiro 08, 2008

Foi assim que me contaram...

Hoje vinha falar-vos de uma menina. Uma menina que adora os amigos, adora música, adora tocar guitarra, adora desporto, pratica karate e basketball, adora a escola, a internet, o pôr do sol e as estrelas...

No entanto, existe tanto para dizer que não me surgiam palavras, por isso decidi publicar um post que fizemos em conjunto há uns tempos mas que, por algum motivo nunca veio parar ao Ticho... Sim, é verdade...


...Foi assim que me contaram!




Hoje estava a sentada naquele banco em que me sento todos os dias. O cenário era o mesmo, casas velhas que ameaçam ruir a todo o instante, paredes pintadas pelos sprays, lixo pelo chão, acompanhado pelo barulho das fábricas ao fundo, e dos carros que passam. As pessoas... essas desviam-se umas das outras como se nem se vissem. E eu ali, naquele banco como espectador daquele triste espectaculo. Sinceramente não ouvia nem via nada, os pensamentos iam longe...

De repente senta-se alguém ao meu lado. No início não reparo nele, mas depois apercebo-me que tal como eu, também ele assiste a tudo aquilo... será que ele também reparou?! Olho para ele, mas parece que nem repara em mim... Passados alguns momentos, foi ele que rompeu o silênico. A sua voz era suave, parecia uma suave melodia que contrastava com todo aquele cenário..

Disse-me que a sua terra não era nada assim... Que existem muitos parques e jardins onde as crianças vão brincar e as familias vão passar tempo juntos. Ele, quando lhe apetecia, ia até lá e durmia embalado pelas núvens. O sol sorria para ele, e o céu era azul brilhante. Por lá existem lagos e lagoas onde podia ir tomar banho, e divertir com os amigos.

Eu estava boqueaberta. Perguntei-lhe de onde vinha, afinal queria conhecer esse lugar, mas continuou com a descrição, sem parecer ouvir-me: Lá as pessoas cumprimentam-se ao passarem umas pelas outras, preocupam-se. Pode-se falar de nós, pode-se dizer o que nos preocupa, e se tiver algum problema podemos contar com a ajuda dos outros, sem haver o mínimo comentário ou critica. Lá podemos ser o que queremos, não existem melhores nem piores, pobres ou ricos, todos são importantes e têm o mesmo valor... Lá ninguém se perde e ninguém cai... existem possibilidades e oportunidades!!

Fechei os olhos... Aquelas palavras transportaram-me para um sonho bom, sentia-me bem, tranquila só por pensar que existiria um lugar assim... Perguntei-lhe ainda de olhos fechados se poderia dizer-me onde era essa terra, gostava de a conhecer... Ele sorriu e disse-me para procurar em mim, pois iria encontrar a resposta... abri os olhos de rompante "como seria possivel?"

Quando olhei para o lado mas ele já tinha desaparecido... Olhei para mim, e senti um calor e um conforto no coração. Fechei os olhos novamente e ouvi sussurarem-me ao ouvido: O que interessa é confiarmos no que somos e acreditamos... e nada mais importa!

(Cátia e Sofia)


Hoje esta menina faz 15 aninhos... 15!! E não podia deixar de dizer que gosto muito dela, que gosto da sua amizade, que lhe desejo as maiores felicidades e a concretização de todos os sonhos. Sê Feliz!!


Parabéns Sofiiinha!!

domingo, fevereiro 03, 2008

Num passe de mágica...


Existem momentos na nossa vida que, como num passe de mágica, conseguem virar a nossa vida ao contrário. Situações que não esperamos que aconteçam, situações que nunca pensámos vermo-nos envolvidas nelas e quando acontecem... Só temos duas opções: ou agimos ou ficamos à espera que a vida se transforme em algo ainda pior. Há mesmo que agir mas... começar por onde? Parece-nos haver apenas vazio à nossa frente e "nãos" que surgem de todos os lados. Não, não e não!! Mas há que gritar que queremos um "Sim", que não nos contentamos com "nãos"... Queremos "sins" e hoje... Agora!!

Andamos de um lado para o outro, corremos, batemos a todas as portas. Todas estão fechadas e as únicas que se abrem apenas fazem aquela expressão do "coitadinhos", encolhem-nos os braços e dizem que não podem fazer nada. Mas que raio de mundo é este que ninguém faz nada?! O telefone toca. Será a resposta a alguma das milhentas chamadas que já fiz? Ouço uma voz brevemente conhecida. Não traz noticias, mas diz que pode ajudar. Finalmente!! Diz que tenho que correr as mil portas outra vez... "Não quero... quero uma resposta!!" - penso, mas não digo. Lá vou eu, tremo por dentro. Não sei se são os nervos, se é fome, se é medo da resposta que poderei ter. Corro mil portas, e a resposta é a mesma. Outro telefonema, e outro e outro. Nada! O telefone toca, e digo-lhe que não tenho nada para a troca... É uma luta desesperante contra todos os "nãos" que surgem, e principalmente... contra o tempo.

Quando estava já para desistir e entregar-me ao desalento, toca o telefone. Eram precisas informações concretas, exactas e sem erros! Pela milésima vez era preciso ir bater a determinada porta. Sabia que não iria resolver nada, mas tem que se tentar tudo até ao ultimo folgo. Lá fui eu, caminhava já sem forças, arrastava-me. Olharam para mim já com o ar de quem pensava "cá está ela de novo". Não queria saber, se era informações que me pediram, eram essas informações que iria conseguir. Foi quando ouvi algo que não queria acreditar... O que tinha procurado desesperadamente durante horas, tinha acabado de ser registado no computador!! Finalmente noticias, boas noticias... Sairam-me toneladas de cima do corpo. A minha luta chegou ao fim...

Queria convencer-me que tudo terminava, mas sabia que não. Faltavam muitas horas até ter certezas, é "ver para crer", como diz o ditado. Volto a telefonar para a "voz amiga", contar as últimas noticias. Ela diz-me que não irá parar, quer confirmar aquela informação recente, quer dar-me certezas. Agradeci, e fiquei a espera... Passaram duas horas até o telemovel voltar a tocar. A informação estava correcta, está tudo prestes a terminar! Pela primeira vez, nos ultimos dois dias, consegui pensar em descansar, adormecer com alguma tranquilidade. Sabia que quando acordasse estaria tudo mais calmo, e o fim estaria próximo... A noite passou serenamente por mim, passaram-se mais algumas horas e, quando o sol estava já bem alto, tudo terminou como era suposto.

Sentei-me no sofá. Não acreditava que tudo já tinha terminado. Comecei a pensar em mim, pela primeira vez nos ultimos dias. Não sentia o corpo, estava sem forças sequer para falar, comer ou para sorrir das piadas que faziam, como se depois de momentos aflitivos têm que vir gargalhadas impostoras. Mas não era força fisica que me faltava, mas sim força emocional... Estava esgotada até à ultima gota. Mas agora, não havia mais nada para fazer nem tratar, agora podia simplesmente... ficar ali.